O dançarino Cleybson Lima quer dar voz a Gis, ou Gisberta Salce Junior, transexual brasileira agredida durante dias por 14 adolescentes em Portugal no ano de 2006. Mas essa fonte inspiradora servirá não apenas para alertar a sociedade, mas para dançar memórias, estigmas e outros elementos dessa luta contra a intolerância aos LGBTs. Sentimentos Gis é fruto de uma pesquisa de Lima que faz parte do edital Se Mostra Interior, que tem permitido que artistas do interior da Bahia se apresentem na capital Salvador.

As apresentações de Cleybson Lima, que atua desde 2006 em Juazeiro (BA) e Petrolina (PE), ocorrem nos dias 28 e 29 de setembro. Um dia antes, nesse mesmo espaço a celebrada drag Nágila Goldstar (a atriz Ingridy Carvalho), encerra a última das apresentações no mês do Orgulho LGBTQ e da Diversidade, com performances, dublagens e algumas boas DRs.

No mesmo local, a exposição Pretas estão se amando reúne aquarelas e grafites, da artista visual Annie Ganzala, de Salvador. A coletânea de trabalhos busca discutir as questões de raça, gênero e sexo, a partir do olhar de mulheres lésbicas e negras.

Em Salvador, o Teatro Gamboa Nova é uma referência pela programação, com o cuidado de dar espaço a vozes muitas vezes silenciadas, e pela defesa de artistas e grupos independentes. Nele, é possível ganhar a chamada “pauta”, um palco com data para se apresentar, sem pagar nada e ainda ficar com a bilheteria. O teatro é mantido pelo governo da Bahia e coordenado pela Associação Grupo Estado Dramático.

Drag Pride ano II – Nágila GoldStar e convidadas. No Teatro Gamboa Nova (Rua Gamboa de Cima, 3, ao lado do Quartel dos Aflitos), dia 27 de setembro, às 19 horas. Ingressos a 20 reais.
Sentimentos Gis. Com Cleybson Lima, no Teatro Gamboa Nova, dias 28 e 29 de setembro (às 17 e às 19 horas). Ingressos a 20 reais.

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome