Visionários da quebrada
Dez personagens falam sobre a vida e os desafios de viver na periferia em documentário coletivo
Documentário coletivo investiga as ideias dos articuladores que dão vitalidade cultural às periferias

Realizado coletivamente em 2018, o documentário Visionários da Quebrada também faz seu caminho de forma coletiva, alternativa. Já teve cerca de 90 exibições em mais de 35 cidades do País, ocupando espaços que sediam organizações e coletivos, centros culturais e educacionais da periferia, além de unidades do Sesc, circuito SPCine (nos CEUs de São Paulo) e outros. Sua disseminação obedece a um novo formato de diálogo cultural, não restrito aos meios convencionais de exibição e divulgação.

Selecionado para o evento Cine Direitos Humanos, em dezembro, no Sesc 24 de Maio, em São Paulo, Visionários da Quebrada será exibido e terá seus princípios estéticos e éticos debatidos neste dia 9, no  Teatro da Livraria Cultura do Shopping Bourbon. Estarão presentes a idealizadora e diretora do projeto, Ana Carolina Martins, a coidealizadora da Roda Livre, a psicóloga Irene Silva, e o sociólogo e produtor cultural Vinicius Rodrigues participam de uma roda de conversa após a exibição sobre o tema: “Cultura Viva: as transformações que vêm das margens”.

Visionários da Quebrada colhe depoimentos de 10 personagens das regiões periféricas, cuja voz tem sido negligenciada pelas vias tradicionais de divulgação da produção cultural, e registra seus anseios e “indignações que são constantes e que podem sim virar potência artística”, como diz a dançarina Gal Martins, cofundadora e diretora da Companhia de Dança CIA Sansacroma e do projeto Zona Agbara.

Todos os  dez protagonistas cujas vidas e reflexões são abordados no documentário nasceram e foram criados nas periferias de São Paulo, e sua ação (nas áreas de moda, música, dança, gastronomia, sustentabilidade, educação, entre outras) transforma de algum modo as comunidades onde vivem. “Nosso poder está na prática, do contrário perde o encanto. Daí a permanência: você quer continuar no encanto”, analisa a diretora Ana Carolina Martins.

Visionários da Quebrada. Exibição do documentário e roda de conversa com Ana Carolina Martins, Vinicius Rodrigues e Irene Silva. 9 de novembro. No Teatro da Livraria Cultura do Shopping Bourbon (em São Paulo), 16 horas. Grátis.

 

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome