Cena de Arrimo, novo espetáculo do Núcleo Macabéa de teatro
Cena de "Arrimo", novo espetáculo do Núcleo Macabéa de teatro - Foto Julieta Bacchin

Rudinei Borges dos Santos, dramaturgo e pesquisador do Núcleo Macabéa, pilota o ciclo de debates “Teatro é Lugar de Fala”, na Oficina Cultural Oswald de Andrade. Os encontros ocorrerão nos dias 20 e 27 de janeiro, 3, 10, 11 e 17 de fevereiro, e abordarão diferentes pontos de vista para o ativismo nas artes cênicas. E, paralelamente, de 15 de janeiro a 21 de fevereiro, de quartas a sextas-feiras, às 20 horas, e sábados, às 18 horas, o Núcleo Macabéa apresenta o espetáculo Arrimo, que trata igualmente de uma questão sensível ao tema: quantas mães são obrigadas a sustentar seus filhos sozinhas?

A peça, que narra a jornada de mulheres das periferias de pequenas cidades da Amazônia, tem inspiração nas próprias memórias de Rudinei, que viu a luta de sua mãe para superar a pobreza e outros obstáculos para garantir uma vida digna aos filhos.

A programação dos debates, sempre às 19 horas e com entrada gratuita, será:

20 de janeiro: Andrea Paula dos Santos Oliveira Kamensky, professora da Universidade Federal do ABC, na mesa “Ponto de Vida: cidadania de mulheres faveladas”, título de um de seus livros pela editora Loyola (1996)

27 de janeiro: Marta Baião, da Cia. Mal-Amadas Poética do Desmonte, artivista feminista e doutora em Artes Cênicas (ECA-USP), discute “Lugar de fala e teatro de grupo”

3 de fevereiro: Edi Cardoso, atriz, preparadora corporal e doula, e Ave Terrena Alves, dramaturga, poeta, performer e atriz transvestigênera, no encontro “Vozes Femininas e LGBT no teatro brasileiro”

10 de fevereiro: a atriz e diretora Dirce Thomaz, que criou e protagonizou peças como Eu e Ela: visita à Carolina de Jesus, e a atriz indígena amazonense Sandra Tariano discutem as “Vozes negras e ameríndias no teatro brasileiro”

11 de fevereiro: o ator baiano do grupo A Jaca Est., Geraldo Fernandes, e o poeta amazonense Tenório Telles participam da mesa “Vozes amazônidas e nordestinas no teatro brasileiro”

17 de fevereiro: o produtor e ator Anderson Negreiros, o dramaturgo, poeta, diretor e pesquisador do Núcleo Macabéa, Rudinei Borges dos Santos, a atriz, produtora e professora de Arte na Prefeitura de São Paulo, Silvani Moreno, o ator e musicista Juh Vieira, e o ator Ícaro Rodrigues participam da mesa “Grão – leitura dramática de histórias de vida”

Arrimo. Com o Núcleo Macabéa. Na Oficina Oswald de Andrade (Rua Três Rios, 363, São Paulo), às quartas, quintas e sextas às 20h; e sábados às 18h. De 15 de janeiro a 21 de fevereiro. Grátis.

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome