Cena de
Cena de "A caixa de Pandora", dentro da mostra Expressionismo alemão - Foto Divulgação

Um dos movimentos cinematográficos mais influentes da história das artes, o expressionismo alemão é tema de uma mostra do Belas Artes à la Carte. Retrato de um sentimento coletivo que misturava angústia e pessimismo do povo alemão no período entre-guerras, o movimento produziu obras que comemoram seus centenários, como O Gabinete do Dr. Caligari (1919), de Robert Wiene, A Morte Cansada (1921), de Fritz Lang, e Nosferatu (1922), de F.W. Murnau.

Após o conflito da Primeira Guerra, os alemães vivenciaram difíceis anos de restrição impostos pelo Tratado de Versalhes, que resultou numa crise econômica e a ascensão da República de Weimar. Dispostos a enfrentar essa realidade, os cineastas produziram obras que criticavam o mundo burguês, o trabalho mecânico e o racionalismo vigente. Com os poucos recursos de que dispunham, esgarçaram as distorções de imagens, abusaram de ângulos inusitados e trataram, nas suas narrativas, de temas como loucura, vingança, violência e trabalho. Fizeram escola. O cinema moderno é tributário do expressionismo alemão, facilmente identificável em filmes noir, policiais e de terror. Produções de Billy Wilder, Otto Preminger, Alfred Hitchcock e Orson Welles reverenciam esse movimento.

Na mostra do Belas Artes à la Carte, pode-se rever o clássico Metrópolis (1927), de Fritz Lang, uma obra distópica para sua época, que retrata o choque entre os trabalhadores e os administradores de uma cidade futurista. É a primeira obra de ficção científica do cinema mundial. Adaptação de Drácula, de Bram Stocker, Nosferatu traz a história do conde Graf Orlok (Max Schreck), que se apaixona por uma mulher e, como vampiro, aterroriza a cidade da pretendente. Outra das heranças do expressionismo alemão, perseguido pelos nazistas, é a figura icônica de Louise Brooks, de A Caixa de Pandora (1929), de Georg Wilhelm Pabst. Ela interpreta a personagem Lulu, uma jovem amoral e ingênua que provoca diferentes sentimentos nos homens ao redor.

Mostra Expressionismo Alemão. No Belas Artes à la Carte.

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome