Fim da mamata: governo anula portaria que contratou a dentista de Mario Frias, Edianne Abreu

Oito meses após ter sido nomeada, a dentista Edianne Paulo de Abreu, amiga do secretário de Cultura Mario Frias, teve anulada nesta terça, 11, pelo governo federal, a portaria que a contratou em 15 de setembro do ano passado.

Edianne tinha sido nomeada Coordenadora Geral do Centro Técnico do Audiovisual (CTAv) do Departamento de Políticas Audiovisuais da Secretaria Especial de Cultura. A portaria de anulação é assinada pelo ministro do Turismo, Gilson Machado, obedecendo sentença judicial nos autos da Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público Federal. A dentista já tinha sido afastada pela Justiça em outubro do ano passado, mas seguiu no cargo (em abril, contratou os serviços de água e eletricidade para a sede do CATv, na Avenida Brasil, em Benfica).

Com conhecimento zero sobre as questões do audiovisual, Edianne foi candidata a deputada federal pelo PSL no Rio de Janeiro e Bolsonaro gravou vídeo para sua campanha, mas não foi eleita. Amiga também do ex-motorista Fabricio Queiroz, operador de rachadinhas da família Bolsonaro, trabalhou na secretaria de Saúde do Rio em 2017, sob o governo de Marcelo Crivella (também réu por corrupção). Foi assessora parlamentar do deputado afastado Daniel Silveira, que quebrou a placa de Marielle Franco no Rio e posteriormente foi preso por atentar contra ministros do Supremo Tribunal Federal e fazer apologia de um golpe de Estado no Congresso. O cargo no CTAv foi um tipo de premiação pela militância.

 

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome